Interesse do Brasil na África III

Bom, já que saiu na Monocle que o interesse do Brasil vai de Brazzaville (esse nome é sensacional) até o Marrocos, então levantei algumas informações sobre esses lugares.

O Maghreb

O termo Maghreb se refere ao norte da África com excessão do Egito, portanto Marrocos + Argélia + Tunísia. Com a indepeência desses estados, a Mauritânia também entrou para o Conjunto.

Os lugares foram romanizados pelo império romano e depois pelo bizantino. A partir de 647, a região foi conquistada pelos árabes e convertida ao Islam. Os turcos dominaram a região a partir do século XVI e com o declínio progressivo do Imperio Otomano desde o século XVII, a região ficou vulnerável a penetração Européia no sé XIX. Foram colônias francesas (ou protetorados ou áreas de influência) a partir de 1830 a Argélia, 1881 a Tunisia, 1904 e Mauritânia e 1911 o Marrocos. A Líbia também foi ocupada em 1911. Na Argélia, a França adota uma política de assimilação e desenvolvimento, os que preferiram continuar mussulmanos foram deixados para descarte.

A descolonização também se deu de forma diferente em cada lugar. A Itália abandonou a Líbia logo no final de WWII, enquanto Tunísia e Marrocos se toraram independentes em 1956, Mauritânia em 60 e na Algéria, em 62, depois de 4 anos de guerras em que a frança aparecia como vilã internacional. Este periodo favoreceu a formação a constituição de um sentimento nacional na Argélia e posteriormente no restante do Maghreb.

Depois das independências os países também seguiram caminhos diferentes, mantendo em comum apenas a vontade de serem reconhecidos no plano internacional.

Os 5 estados da região (não foi citado até agora A Líbia e o Sahara Ocidental nem foi considerado, que é o lugar sobre o qual se tem menos informação do mundo. Foi colônia espanhola e está hoje sendo incorporado pelo marrocos, tem população nômade, é desinteressante em termos de recursos naturais, ou pelo menos nada foi descoberto no local além de uma mina de fosfato), os 5 estados são membros da OUA e da Liga Árabe e estão de alguma maneira envolvidos no conflito contra Israel. Em 73 o Marrocos enviou tropas para ajudar os Egípcios na colina de Golan. A tunísia acolheu a sede da OLP desde que esta foi perseguida no Líbano em 82.

Mesmo essas posições comuns não impediram o surgimento de vários desentendimentos entre Marrocos e Argélia sobre o Sahara Ocidental.

A líbia do coronel Kadhafi tem uma agressiva política panarabista e prevê a unificação dos países. Faz uso de atentados terroristas e sofreu represálias americanas em 1986.  Conflitos com o Chad, Egito e Argélia demonstram o isolamento do país.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: