Desenvolvimento Sustentável

A definição de desenvolvimento sustentavel se formalizou em 1987 como sendo desenvolvimento que responde aos desejos presentes sem comprometer a capacidade das gerações futuras. O relatorio Brundtland tentou, a partir dessa definição, abandonar um conceito de crescimento unicamente baseado nas variações do PIB, a partir dali crescimento levaria também em conta a dimensão social e ambiental.

O relatório Brundtland quis conciliar a manuteção do estilo de vida do norte sem que isso implicasse a renúncia do crescimento econômico dos países do sul. Esse conceito atingiu seu pico de divulgação na Cúpula da Terra, da CNUMAD, que teve origem no na vontade de que a destruicão causada pelo desenvimento econômico  que acompanhou os países do norte no pós WWII não se repetisse agora nos países do sul. Alguns analístas chegaram a propor o crescimento 0 para salvar o planeta, como foi o caso do Grupo de Roma.

A visão do futuro era catastrófica.
O programa de ação AGENDA 21, adotado na cúpula do Rio de desenvolvimento sustentável previa acões concretas nos seguintes domínios:

– luta contra a pobreza
– luta contra a poluição
– fortalecimento dos atores não governamentais.
– desenvolvimento de meios de execução.

10 anos depois na cúpula do Johanesbourg de desenvolvimento sustentável afirmou-se o princípio da responsabilidade coletiva.

A inquietude para tentar salvar o meio ambiente não é no entanto completamente novo. No século XIX houve acordos repartindo o acesso as zonas de pesca para conservar a existência dos peixes. A grande novidade é a grande tomada de consciencia por grande parte da humanidade dos riscos que a devastação ambiental representam.

São 2 os principais desafios em matéria de desenvolvimento sustentável para os próximos anos: que os gigantes em desenvolvimento, como China e India, encontrem meios de se desenvolver e melhorar a qualidade de vida de seus cidadãos de forma verde. Para tanto, é preciso redescobrir o sistema de desenvolvimento dentro de um novo modelo. O problema é que enquanto esse ideal certamente traria benefícios a longo prazo, esses países estão passando por isso agora então as únicas boas soluções são as imediatas. Imediatantemente, a demanda é por investimentos massivos em renovação de estruturas de transportes, energia,etc, que possibilitaram tirar da miséria milhões de pessoas. Um sistema de solidariedade entre os países mais ricos e estes países parece ser a única saída.

Outra dificuldade é o fatod e que o organismo que trata dessas questões, p PNUMAD, não dispõe de aparato jurídico e é dependente da tutela da Assembléia Geral.

Cronograma da tomada de consciencia ambiental:
1969 -> Leis ambientais são adotadas nos EUA
1971 -> Surge o Greenpeace no Canadá
1972 -> Primeira conferência mundial sobre o meio ambiente na Suécia
Criacão do PNUMA
1979 -> Primeira conferência mundial sobre o clima em Geneva
1987 -> Relatório Brundtland
Protocolo de Montreal para parar com a produção de gases causadores do buraco na camana de ozônio.
Banco mundial adota politicas para o meio ambiente.
1992 -> Primeira cúpula da Terra, CNUMAD, com Agenda21.
1997 -> Protocolo de Kyoto
2002 -> Segunda Cúpula da Terra
2003 -> Conferência sobre o Clima em Kyoto e sobre a Água na Itália.
2005 -> A frança é o primeiro país a incluir a preservação ambiental na sua constituição.
2007 -> Conferência subre a mudança climática em Bali
2012 -> Próxima Cúpula da Terra

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: