As Causas da Expansão Maritima

A  europa nos tempos do descobrimento era rural, poder politico descentralizado, expansao agricola pela incorporacao de novas terras resultou em produtos agricolas nao consumidos -> especializações e trocas criaram um mercado de bens de luxo para quem produzisse esses excedentes.

O estado surge ao final de uma serie de batalhas por fronteiras, politicamente centralizado em torno do principe.

houve tambem uma expansao da europa crista. A peninsula iberica foi retomada dos mouros.

neste contexto portugal aparecia como um pais autonomo, com tendencia a voltar-se para fora. acumularam nos secs XIII e XIV experiencia comercial de longa distancia, embora nada comparado a genovezes e venezianos. se envolvia com o mundo islamico de mediterraneo e a atracao pelo mar foi incentivada pela posicao geografica.

durante todo o sec XV, portugal se mostrou o reino unificado menos sujeito a convulcoes e disputas.

Revolucao de 1383, REVOLUCAO DE AVIS,  reagrupou os principais setores da sociedade e unificou portugal, numa epoca em que apenas uma coroa organizada poderia empreender com estabilidade um projeto grandioso como o das navegacoes.

a expansao correspondia a diversos interesses de classes, para os comerciantes, seria um bom negocio,  para o rei, novas fontes de receita, para os nobres, motivo de prestigio, para os religiosos, uma oportunidade de cristianizar povos barbaros.

Lendas tambem influiram as aventuras: ex: a busca por Preste João, talvez etiopia, onde um dos discipulos dos reis magos teria fundado um reino cristão em meio a negros muçulmanos. Não ha duvidas de que o interesse material prevaleceu.

O aparecimento de instrumentos como o quadrante o astrolabio tambem contribuiram, a invencao da caravela.

As especiarias eram o ouro da época.

A conquista de Ceuta, em 1415, teria sido o ponto de partida da expansão ultramarina portuguesa.  O reconhecimento da costa ocidental africana levou 53 anos. Sem penetrar a fundo no territorio, os portugueses estabeleceram uma serie de feitorias, postos fortificados de comercio. as trocas eram precarias e garantdas pelas armas. a opcao pela feitoria tornava desnecessaria a colonizacao.

foi estabelecido o monopolio real sobre as transacoes com ourro e a cunhagem de uma moeda, alem de uma alfandega. o principal bem de exportacao a partir de 1441, passou a ser escravos.

Nas ilhas do atlantico a experiencia foi diferente: plantacoes em larga escala com trabalho escravo. Madeira / Açores / Canárias / Cabo Verde / São Tomé. Plantava-se trigo, açucar.

About these ads
Comments
One Response to “As Causas da Expansão Maritima”
  1. Mariana disse:

    Parabéns pelo excelente blog!

    Sobre este mesmo assunto, foi publicado um editorial interessante no Estadão, talvez vocês tenham visto; senão , aí vai.

    http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100726/not_imp586113,0.php

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 45 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: